Tecnologia e novos procedimentos potencializam as ações e a integração entre servidores da Secretaria de Agricultura em todo o Estado

Postado em: 29/05/2020 ás 16:54 | Por: Paloma Minke

 

Servidores da regional de Dracena se reúnem por videoconferênciaCom o retorno da grande maioria de servidores da Secretaria de Agricultura ao regime de teletrabalho, a CDRS programa reuniões de alinhamento para melhor atender aos produtores rurais em todo o Estado.

Com intuito de continuar estreitando a relação do gabinete da Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS) com suas 40 Regionais e Casas da Agricultura vinculadas, foram marcadas, durante duas semanas, reuniões para alinhar os trabalhos, discutir novas ações e possibilidades, bem como levantar as demandas ocorridas em localidades específicas. Todas têm acontecido no formato de viodeoconferências, já que os servidores da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, seja na sede ou no interior, têm atuado no formato de teletrabalho. As reuniões tiveram início com as CDRS Regionais de Registro e General Salgado, na primeira quinzena de maio, e, a partir do dia 18 de maio, se tornaram diárias, seguindo com duas até quatro reuniões por dia, terminando no próximo dia 1.º de junho.

“Essas reuniões têm permitido maior agilidade e entrosamento entre todos os participantes e, com certeza, têm resultado em grande economia de tempo e verba que eram decorrentes dos deslocamentos”, comentou José Luiz Fontes, coordenador da CDRS, o qual esteve presente em todas as reuniões já realizadas. O coordenador argumentou sobre a distância que separa a sede, as Regionais e Casas da Agricultura e falou sobre a dificuldade de reunir e poder dar voz a todos os técnicos da rede. “Normalmente, já eram feitas reuniões, porém foi o sucesso das videoconferências diárias entre todos ‒ coordenador, assessores e diretores ‒, tanto da área técnica quanto da administrativa, que motivou a levar tal experiência também para todo o interior”, afirma o coordenador da CDRS.

“Destaco o aspecto de inclusão permitida pelo uso dessa tecnologia, porque nem sempre era possível o deslocamento de todos para uma reunião com o coordenador, por várias razões, desde tempo de deslocamento, até o valor das diárias a serem pagas, assim como o uso de carros oficiais, o gasto com combustível etc. Devido às vantagens, essa tecnologia está se tornando cada vez mais comum na gestão das atividades da CDRS e de todos os demais órgãos da Secretaria”, frisa Francisco Martins, assessor do coordenador da CDRS, um adepto do uso e da capacitação em novas tecnologias. 

“Apesar de o aspecto principal ser o de aproximar esses importantes elos da Coordenadoria, também são tratados assuntos gerais e pontuais de cada Regional e, por parte da coordenação, são divulgados os projetos e procedimentos que estão sendo desenvolvidos neste momento, em especial por conta da pandemia”, argumentou o assessor.

Mesmo o secretário de Agricultura, Gustavo Junqueira, teve organizado um primeiro encontro no início do isolamento social com todos os servidores da pasta, que acabou reunindo cerca de 700 participantes, os quais puderam tirar suas dúvidas. No dia 28 de maio, novo encontro foi programado. Essa foi uma experiência também muito exitosa, durante a qual o secretário comentou a necessidade de aprender e a agir de acordo com um novo modelo de gestão, o que ele denominou, na ocasião, como sendo o ‘novo normal’.

Reunião com servidores da regional ItapetiningaAinda antes do término dessas primeiras reuniões, com toda a rede da CDRS, está sendo preparado um treinamento para que os técnicos das Regionais e/ou Casas da Agricultura possam não só participar de reuniões, mas oferecer treinamentos e palestras, nos mais variados temas, para as suas redes locais. O assunto já está sendo discutido entre assessores do coordenador e a diretoria do Centro de Treinamento da CDRS, para que possa ser planejado esse treinamento para atuação de forma virtual e aconteça o mais rápido possível. “Só está sendo possível planejar esse treinamento neste momento, porque a maioria dos servidores que se encontravam em licença-prêmio ou férias, seguindo as primeiras determinações do Governo do Estado, começaram a retornar e entrar em regime de teletrabalho. Em um primeiro momento, praticamente ficamos apenas com os diretores e uns poucos técnicos, porém, com o decorrer dos dias, o quadro funcional vai se completando e estamos atuando de forma mais geral e ampla em todo o Estado, inclusive com vários levantamentos sobre as situações local e regional que estão afetando os produtores rurais”, afirma Francisco Martins.

No dia 19 de maio, a Regional Limeira teve a primeira reunião nesse modelo. Entre técnicos e administrativos, 26 funcionários vinculados à sede da Regional e das Casas da Agricultura puderam participar da reunião com o coordenador e assessores do gabinete. “Um dia antes, fizemos uma preparação simples com todos, até porque vamos adotar também para as reuniões da própria Regional, e funcionou muito bem; pena o tempo ter sido curto para as explanações. Neste primeiro momento, estavam todos ansiosos em participar ativamente. Creio que, com a prática, essas reuniões se tornarão mais produtivas e, por não envolverem custos, mais frequentes”, afirmou Marcos Jonatan Jorge, diretor da CDRS Regional Limeira.

Reunião da regional Barretos“A reunião foi muito proveitosa, todos puderam se ver, se conhecer; muita gente já não se encontrava com a equipe de assessores do gabinete há tempos, outros servidores entraram há pouco e ainda não tinham a oportunidade de conhecer técnicos da sede e aqueles que tratam de cada assunto na assessoria. Enfim, a videoconferência deu um ‘rosto’ para as pessoas”, comentou Rolando Salomão, diretor da CDRS Regional Barretos, onde a videoconferência ocorreu, no dia 22 de maio. Segundo Rolando, essa primeira reunião foi mais genérica: “Nas próximas, vamos poder aprofundar os assuntos, tratar de temas mais específicos, mas foi muito bom e deu um novo ânimo!”, comentou.

Cláudio Giusti, diretor da CDRS Regional Catanduva, também espera que novas reuniões possam acontecer, tendo em pauta outros assuntos pertinentes à região, e comentou sobre a importância de que “todos tiveram a oportunidade de se apresentar, tanto os técnicos do quadro quanto os conveniados, assim como todo o pessoal de apoio”. A reunião de Catanduva, bem como a ocorrida em Barretos, foi no dia 28 de maio.

Reunião com servidores de Jaú e LinsSó com a capilaridade da CDRS e da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), que atuam na ponta, nas Casas da Agricultura, com técnicos prontos a atender às questões da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, é possível estar atentos ao que vem acontecendo nas partes mais longínquas do estado, nos pequenos municípios distantes da capital. Por essa razão, os levantamentos realizados e os questionários, que têm sido aplicados nas sondagens feitas junto aos produtores rurais, podem ter um impacto maior na tomada de decisões e nas ações que são propostas durante e após a pandemia.

Galeria do Flickr

Nenhuma imagem disponível.

Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: