Subvenção do Governo de SP para aquisição de tratores tem auxiliado o setor a suportar a crise, diz Abimaq

Postado em: 26/04/2016 ás 18:59 | Por: erick

Fernando explicou as condições da subvenção estadualA atual crise econômica brasileira tem desacelerado o mercado de tratores e implementos, mas a situação poderia ser ainda pior não fosse o auxílio do Governo do Estado de São Paulo com a subvenção de juros para aquisição desses veículos. É o que apontou nesta terça-feira, 26, a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) durante reunião da Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas (CSMIA), realizada na 23ª edição da Agrishow – Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, em Ribeirão Preto.

“Os fundamentos da agricultura continuam os mesmos, o que precisa mudar é a política econômica do Brasil para aumentar a confiança do agricultor para fazer investimentos”, destacou Pedro Estevão Bastos de Oliveira, presidente da Câmara Setorial. Ele apontou que o acesso ao financiamento de tratores e implementos tem ficado cada vez menor, mas poderia ser pior não fosse a subvenção estadual.

O governo paulista paga os juros dos financiamentos para pequenos e médios produtores. O pagamento é realizado via Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista - Banco do Agronegócio Familiar (Feap/Banagro), executado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento por meio dos programas Pró-Trator e Pró-Implemento.

As duas inciativas foram detalhadas no encontro desta terça, aproveitando a reunião das mais importantes fabricantes que expõem seus produtos na Agrishow. “Aqui está todo mundo que fabrica e vende. Não há um lugar mais propício para falarmos disso. Foi um pedido das próprias empresas”, explicou Fernando Aluizio Pontes de Oliveira Penteado, secretário-executivo do Feap.

Ele apresentou na reunião as condições para acesso aos programas, destacando que desde 2008 o Pró-Trator subvencionou os juros de seis mil veículos; e o Pró-Implemento de três mil financiamentos. Para 2016, os recursos disponíveis são da ordem de R$ 130 milhões para o Pró-Trator e R$ 30 milhões para o Pró-Implemento – recurso que pode ser ampliado caso haja demanda.

Penteado elencou ainda as condições para acessar os programas, como o teto de financiamento de até R$ 200 mil e a renda agropecuária máxima do produtor de R$ 1,6 milhão. Ele lembrou que o pagamento dos juros é feito pelo governo somente para parcelas adimplentes, ou seja, caso a parcela não seja paga, perde-se a subvenção naquele mês. Se há inadimplência maior do que 60 dias, o benefício é suspenso.

As facilidades oferecidas pelo Governo do Estado de São Paulo têm amenizado o clima entre os fabricantes, que esperam com cautela para saber quais rumos a economia nacional tomará. “Ver rostos conhecidos aqui significa que ainda estamos sobrevivendo a este circo místico do Brasil”, opinou Alida Bellandi, diretora-adjunta de Comércio Exterior da Abimaq.

Oportunidade

A reunião contou ainda com convite para os representantes das empresas conhecerem a Vitrine Tecnológica Sustentável da Agrishow, iniciativa do Instituto de Zootecnia (IZ) da Agência Paulista de Desenvolvimento dos Agronegócios (Apta) da Secretaria. O lançamento será realizado na quinta-feira, 28, às 18h, no estande da Secretaria na Agrishow.

O convite foi feito pela diretora do IZ, Renata Branco Arnandes, destacando que “o mais importante é que vocês, empresas do ramo, que construirão essa Vitrine Tecnológica”. A previsão é que o projeto dure, pelo menos, 12 anos. Saiba mais sobre a Vitrine clicando aqui.

Por Hélio Filho
Mais informações
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11) 5067-0069

Galeria do Flickr

Nenhuma imagem disponível.

Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: