Produtores de Ibiúna ampliam estrutura para processamento sustentável de olerícolas  por meio de recursos do Microbacias II

Postado em: 29/06/2017 ás 10:23 | Por: Comunicação SAA

Secretário Arnaldo Jardim visita sede da Cooperativa, que processa e distribiu olerícolas a grandes redes de supermercados (Foto: João Luiz)A Cooperativa Agropecuária de Ibiúna (Caisp) ampliou o volume de processamento de olerícolas, ao equipar o seu packing house com máquinas de higienização, processamento e embalagem e sistema de compostagem dos resíduos, obtido por meio do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável - Microbacias II – Acesso ao Mercado, do Governo do Estado.  A estrutura, que beneficiará cerca de 150 produtores da região, foi inaugurada nesta quarta-feira (28), pelo secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim.

No total, foram investidos R$ 1.301.161,12, sendo R$ 800 mil apoiados pelo governo paulista por meio da Pasta agrícola, com recursos do Banco Mundial e a contrapartida de R$ 501.161,12 da entidade, com recursos do Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap).

De acordo com o secretário, o Microbacias II fortalece o conceito de cooperativismo e dá condições ao pequeno produtor para se desenvolver e ter maior competitividade. “Seguimos a diretriz do governador Geraldo Alckmin para fortalecer o cooperativismo por meio do Projeto Microbacias II. A agricultura de São Paulo é harmônica com o meio ambiente e a adequada gestão dos resíduos que a Caisp fará é um exemplo vivo e vigoroso de uma agricultura moderna e correta ambientalmente”, afirmou.

O presidente da Cooperativa, Marcio Ideriha, destacou a importância do apoio ao pequeno produtor. “Na minha infância, quando tirávamos notas baixas ou relutávamos em estudar, a professora falava que se continuássemos assim, acabaríamos na roça, como se trabalhar no campo fosse o primeiro lugar dos fracassados. Isso não é verdade. Criar sucessores nas grandes fazendas não é problema, mas entre os pequenos produtores é um dos maiores desafios da atualidade. Pequena propriedade virou sinônimo de trabalho duro e pesado, o que infelizmente na maioria das vezes é verdade”, destacou o presidente, reforçando que o Microbacias II valoriza a pequena produção e agricultura familiar.

“O projeto garante o acesso aos grandes supermercados, a redução de custos de padronização, melhoria da qualidade e consequentemente, da competitividade com a introdução da cadeia do frio, além de agregar valor ao produto e minimizar os impactos ambientais com a compostagem”, relatou o Ideriha.

O prefeito de Ibiúna, João Mello, o cooperativismo é a saída para contornar a crise, por meio de parcerias. “Nosso município é estância turística mas, indiscutivelmente,  tem na agricultura o seu propulsor econômico, motor que faz a economia girar. Essa iniciativa trará competitividade e protagonismo à Ibiúna, agregando valor, riqueza e emprego para o município”, afirmou.

 

68% dos produtos da Caisp são convencionais e 22% orgânicos (Foto: João Luiz)

Melhorias

Criada em 1995, a Caisp foi fundada como loja agrícola a partir do espólio da antiga Cooperativa Agrícola de Cotia. Os filhos dos antigos cooperados iniciaram em 1998 a venda direta aos supermercados.

Hoje, a entidade conta com 800 funcionários e realiza entregas em mais de 270 pontos de venda, envolvendo na cadeia produtiva mais de 800 pessoas, direta ou indiretamente, com a perspectiva de empregar mais 100 novos funcionários.

O packing house da Caisp, instalado numa área de 55 mil m², recebeu sistema de climatização, com instalação de parede na expedição com placas térmicas de 100 mm, revestidas nos dois lados com aço inox, com área de 165 m² e de oito portas seccionadas de aço perfilado e acionamento manual. 

Também foi construída uma cabine primária com transformador de 300 kva, com disjuntores na tensão secundária, bem como instalada malha aérea de abastecimento de água para as linhas de lavagem de produtos e de caixas plásticas.

O projeto incluiu ainda a instalação de sistema de refrigeração na frota de 13 caminhões da Cooperativa, possibilitando melhor conservação dos produtos que são transportadores diariamente para 30 cidades paulistas. Dois veículos baú e 11 caminhões com baú receberam reforma e isolamento térmico, com a instalação de aparelho de refrigeração com temperatura regulável de até dois graus.

Uma etapa anterior do Projeto Microbacias II, subsidiada com recursos de R$ 400 mil por meio da Secretaria do Meio Ambiente, tornou a produção ainda mais sustentável, com a aquisição de um sistema de compostagem, instalado em uma das propriedades de cooperado, no qual cerca de 10 toneladas de resíduos provenientes da pré-lavagem das olerícolas será transformada diariamente em composto orgânico e distribuída aos produtores ligados à entidade. A Caisp adquiriu ainda uma máquina lavadora de caixas plásticas para lavagem, enxague e sanitização da produção.

“Com as melhorias, a cooperativa que hoje processa apenas 18% da produção, pretende padronizar 100% dos produtos, agregando maior qualidade ao trabalho para atender redes como Lufthansa, Frango Assado, Subway, Walmart, Carrefour e Grupo Pão de Açúcar, afirmou o gerente administrativo, Cézar Mendonça Lima. “Atualmente, 68% dos produtos que processamos são convencionais, 22% orgânicos, 5% higienizados e 4% são legumes”, explicou.

Para o presidente da Organização das Cooperativas (Ocesp) Edivaldo Del Grande, o Microbacias II é um importante meio de promover apoio ao homem do campo.  “Os produtores passam por muitas dificuldade e a cooperativa é um instrumento de inclusão social. E o Microbacias II traz apoio para que eles possam agregar valor ao alimentos de excelente qualidade que produzem”, afirmou.

Também participaram do evento o vice-prefeito Valdemar Cardoso; o secretário municipal de Agricultura, Fernando Torre;o deputado estadual Márcio Camargo; o coordenador substituto da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), Ypujucan Caramuru; o diretor do Escritório de Desenvolvimento Rural (EDR) de Sorocaba, Mauro Castellani.

Por: Paloma Minke
Fotos: João Luiz


 

Galeria do Flickr

Nenhuma imagem disponível.

Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: