Pesquisadores apresentam em encontro na Secretaria inovações de biotecnologia

Postado em: 10/04/2017 ás 16:25 | Por: Comunicação SAA

Novas técnicas foram apresentadas na sede da SecretariaNovas técnicas brasileiras de biotecnologia foram apresentadas nesta quinta-feira, 6 de abril, na sede da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo ao secretário Arnaldo Jardim. A apresentação foi feita pelos pesquisadores Zander Soares de Navarro e Carlos Bloch Junior, ambos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), e contou com as presenças de importantes representantes da comunidade científica paulista e nacional.

“Achamos importante apresentar esse novo caminho para pessoas como as que estão nesta reunião, em um Estado tão relevante para a agropecuária como é São Paulo”, avaliou Navarro, complementando que deseja também firmar parcerias com a pesquisa cientifica de outras entidades, como a Secretaria de Agricultura, para o desenvolvimento dessas novas técnicas.

São inovações que garantem mais resistência às plantas, diminuindo o uso de agroquímicos e resultando em um alimento mais saudável e seguro. “O governador Geraldo Alckmin sempre nos orienta a aproximar a tecnologia da produção para oferecer uma alimentação de qualidade à nossa população”, destacou Arnaldo Jardim, lembrando que “essas pessoas que estão aqui hoje são importantes atores da pesquisa científica”.

Líder do Laboratório de Espectrometria de Massa da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Bloch explicou sua pesquisa destacando que é possível usar a tecnologia para alcançar mais sanidade, com consequentes bons resultados de produção. “Vamos usar esse conhecimento para resolver problemas na agricultura. Esse tipo de pesquisa tem interesse imediato”, avaliou. Para ele, “a agricultura é a base da humanidade, ela não pode se sentir o patinho feio com relação a outros setores” como o industrial.

À frente

Com os conceitos intelectual e científico desenvolvidos, o próximo passo é viabilizar financeiramente essa pesquisa, como lembrou Hernan Chaimovich Guralnik, ex-presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) representando a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) no encontro. “A transferência desse conhecimento em resultado econômico depende de nós. Algumas empresas já estão utilizando o conceito”, atentou.

Perspectiva de atuação também defendida por Helena Bonciani Nader, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). “Vejo que o Brasil terá que decidir para onde ele quer seguir, e onde ele pode ser diferente e se destacar é na agropecuária. Mais ainda do que em outras áreas porque temos uma bagagem muito grande de conhecimento agropecuário. O Brasil tem essa oportunidade”, argumentou.

“É um assunto extremamente valioso do ponto de vista científico. Precisamos comunicar bem isso para a sociedade entender essa importância”, adicionou Xico Graziano, ex-secretário de Agricultura e Abastecimento paulista e professor de MBA da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Para continuar a discussão sobre as inovações da pesquisa de Navarro e Bloch sobre os novos caminhos biológicos para a defesa agrícola, os participantes elaborarão um simpósio com participação mais ampla, de diferentes elos do setor agropecuário e empresarial.

Participaram também da apresentação o secretário-adjunto de Agricultura, Rubens Rizek Jr.; o diretor e a diretora-adjunta da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), Orlando Melo de Castro e Adriana Verdi, respectivamente; o pesquisador honoris causa Walter Colli; o diretor do Instituto Biológico (IB) da Secretaria, Antonio Batista Filho; a pesquisadora do IB Harumi Hojo; o assessor parlamentar Sérgio Murilo Hermógenes Cruz; o responsável pela Assessoria Técnica da Pasta, José Luiz Fontes; e o secretário-executivo das Câmaras Setoriais, Alberto Amorim.

Por Hélio Filho

Galeria do Flickr
Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: