Municípios da Grande São Paulo discutem Segurança Alimentar

Postado em: 05/05/2016 ás 12:56 | Por: erick

Comissão se reuniu no dia 3 de maio na sede da SecretariaA Comissão Regional de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CRSANS) da Grande São Paulo, do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional do Estado de São Paulo (Consea-SP), mantido pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, realizou no dia 26 de abril, na Secretaria de Promoção Social no município de Barueri sua 3ª reunião do ano.

O evento coordenado por Marcos Miguel da Silva, conselheiro titular no Consea/SP e coordenador da regional, contou com a presença de José Valverde, Secretário Executivo do Consea/SP; Auta Veridiana de Oliveira Dutra, Secretária de Promoção Social de Barueri, Rudinéia Carla Augusto, Diretora Técnica do Consea/SP e de representantes dos municípios de: Barueri, Osasco, Ferraz de Vasconcelos, Taboão da Serra, Embu das Artes, Guarulhos, São Bernardo do Campo e Suzano.

Esse encontro teve como objetivo principal o planejamento de ações e estratégias de mobilização para a realização da oficina regional visando o fortalecimento do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN), em nível municipal. A Oficina, em parceria com a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), ficou agendada para o dia 08 de junho.

Outro ponto discutido pela Comissão foi a definição de estratégias para a realização de diagnósticos sobre a existência e a atual condição de funcionamento das estruturas e politicas de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) nos 38 municípios que compôem a região metropolitana, no intuito de acompanhar e identificar as necessidades de ajustes, aprimoramentos nas estruturas de SAN de forma pontual em cada município.

Valverde informou que a Secretaria de Agricultura, por meio dos sites da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro) e do Instituto de Cooperativismo e Associativismo (ICA), realiza trabalho de divulgação e fomento das Compras Públicas da Agricultura Familiar, trabalho visando facilitar o acesso dos agricultores familiares aos programas Paulista da Agricultura de Interesse Social (PPAIS) e Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Comentou que o Consea/SP, por meio dos conselheiros no âmbito de suas Comissões Regionais darão o apoio na divulgação das chamadas públicas abertas em sua região, afirmou que este trabalho contará com a atuação efetiva dos conselheiros.

Ressaltou ainda as diversas ações, programas e projetos desenvolvidos pelos institutos e departamentos que compõem a Secretaria de Agricultura que possuem interface com a Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável dentre os quais o Centro de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CESANS); Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP); Bom Preço do Agricultor e Hortalimento.

De acordo com Valverde, “Atualmente, a região metropolitana de São Paulo concentra cerca de 12 milhões de habitantes. Este cenário, demanda ações efetivas de acompanhamento e divulgação das ações governamentais de segurança alimentar e nutricional existentes, que podem ser executadas por meio do amplo debate entre o poder público e a sociedade civil, envolvendo questões ligadas a importância da promoção de práticas e hábitos alimentares saudáveis, ou seja, “modos de vida saudáveis”, que respeitem o uso sustentável do meio ambiente, de modo a contribuir para a redução dos índices de prevalência das doenças relacionadas a má alimentação, tais como: obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão, câncer osteoporose, entre outras. Promover ações integradas entre sociedade civil e o poder público é o melhor caminho para obter avanços efetivos na construção de uma política de segurança alimentar e nutricional sustentável”.

A CRSANS da Grande São Paulo é composta por 38 municípios: Arujá, Barueri, Biritiba Mirim, Caieiras, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Diadema, Embu, Embu-Guaçu, Ferraz de Vasconcelos, Francisco Morato, Franco da Rocha, Guararema, Guarulhos, Itapecerica da Serra, Itapevi, Itaquaquecetuba, Jandira, Juquitiba, Mairiporã, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Poá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Salesópolis, Santa Isabel, Santana de Parnaíba, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São Lourenço da Serra, Suzano, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista.

Sobre o Conselho:

O Consea-SP é um órgão formado por representantes do poder público e da sociedade civil, que assessora o Governo na elaboração de políticas públicas relacionadas à segurança alimentar e nutricional. É formado por 36 membros, sendo 12 representantes do poder público estadual e 24 da sociedade civil, 16 dos quais são indicados pelas Comissões Regionais de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CRSANS) e os 8 remanescentes provêm de entidades com contribuição na área de segurança alimentar.

A CRSANS é uma instância descentralizada e participativa integrante da estrutura organizacional do Conselho. Em julho de 2013, foram regulamentadas, no Estado, 16 CRSANS, com o objetivo de melhorar o conhecimento da realidade regional e elaborar propostas construídas coletivamente respeitando a peculiaridade local.

Por Nara Guimarães

Galeria do Flickr

Nenhuma imagem disponível.

Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: