Francisco Jardim anuncia criação do Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional durante entrega do Prêmio Josué de Castro

Postado em: 01/11/2018 ás 12:22 | Por: mariana

O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Francisco Sergio Ferreira Jardim, anunciou nesta terça-feira (30), durante a entrega do Prêmio Josué de Castro 2018, que o Governo do Estado irá lançar ainda neste ano o Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional, primeira iniciativa neste formato, que balizará as ações que garantam a produção e o acesso da população a alimentos de qualidade e em quantidade.

 

“Esse plano é estratégico para o Estado e foi feito de forma democrática e técnica, para colocar São Paulo como protagonista de todo o processo”, afirmou Francisco Jardim. “O Plano estará disponível para consulta pública em novembro para que mais pessoas possam enviar suas manifestações”, disse.

 

De acordo com o secretário, o Brasil, que hoje tem capacidade para abastecer 200 milhões de habitantes e mais de um bilhão em todo o mundo, terá um importante papel como provedor de alimentos nas próximas décadas, como apontam as Organizações das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). “O mundo precisará aumentar em 20% a produção de alimentos a cada dez anos, sendo que a produção brasileira deverá ser 40% maior, uma grande responsabilidade”.

 

Para o titular da Pasta “apesar da segurança alimentar ser intangível, os trabalhos reconhecidos com o Prêmio Josué de Castro buscam trazer essa tangibilidade”, finalizou.

 

O secretário-chefe da Casa Civil Aldo Rebelo destacou a importância de Josué de Castro, que empresta seu nome à premiação, e “fez da luta contra a fome a razão de sua vida moral e intelectual, tratando a questão como problema social e político”. Para Rebelo, a apresentação dos projetos deve ser tratada como um momento sublime da vida pública, pois a busca por soluções para a sociedade “é uma forma superior de caridade”.

 

Para o secretário-executivo do Consea-SP, José Valverde Machado Filho, o Plano Paulista de Segurança Alimentar e Nutricional será grande legado para os paulistas, uma referência de políticas públicas modernas. “Não basta ter comida no prato; mas buscar alimentos de qualidade e considerar todo o aspecto social”, avaliou Valverde, que também é secretário-executivo da Câmara Intersecretarial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan SP) e  coordenador da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro).

 

Projetos

 

O cultivo de hortas urbanas foi destaque na categoria “Programas ou Projetos de Políticas Públicas, sendo tema dos três projetos finalistas:


1° - Prefeitura Municipal de Botucatu - “Agricultura Urbana”

2º - Prefeitura Municipal de Rio Claro – Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social - “Horta Solidária: Experiência bem sucedida no município de Rio Claro – SP

3º - Prefeitura Municipal de Lins– Secretaria de Educação - “Projeto Horta nas Escolas”

 

Na categoria Pesquisa Científica, os finalistas foram: 

1°-Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”-
“Semeando bons hábitos alimentares na comunidade escolar”

2º - Universidade Estadual de Campinas - “Sustentabilidade e alimentação sustentável: Percepção e o comportamento dos consumidores brasileiros”

3º - Universidade Estadual de Campinas - “Fatores associados à adesão e à descontinuidade ao Programa “Cestas Verdes”, vertente do Programa de aquisição de alimentos (PAA) de Limeira-SP”

 

Por Paloma Minke

Galeria do Flickr

Nenhuma imagem disponível.

Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: