Curso de Controle Microbiano de Insetos reúne 46 participantes

Postado em: 11/04/2016 ás 12:33 | Por: Comunicação SAA

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio de seu Instituto Biológico (IB), promoveu entre os dias 5 e 7 de abril, o 22º Curso de Controle Microbiano de Insetos Fungos Entomopatogênicos. O evento, realizado no Centro Experimental Central do Instituto Biológico, em Campinas, sob a coordenação de José Eduardo Marcondes de Almeida, teve como foco central a apresentação de noções básicas de uso e produção de fungos entomopatogênicos para o controle de pragas, substituindo ou complementando os agroquímicos.

O custo para o desenvolvimento de inseticidas químicos é alto e tem aumentado ao longo dos anos, devido a necessidade de novas moléculas e formulações mais adequadas, afirma José Eduardo Marcondes de Almeida. “Essa equação faz crescer o interesse pelos bioinseticidas, que são agentes mais baratos no desenvolvimento, com maior tempo de uso, devido à dificuldade da praga se tornar resistente, mais específicos e menos poluentes. Porém, em contrapartida, exigem estudos mais aprofundados no isolamento de novos microrganismos, testes de seleção de isolados, produção e formulação, principalmente dos bioinseticidas à base de fungos entomopatogênicos”, explica o coordenador do curso.

“A população está mais consciente da importância de consumir alimentos mais saudáveis, cobra isso e as empresas estão sintonizadas com essa cobrança. A Secretaria de Agricultura, por meio do Instituto Biológico (IB), da cumpre seu papel, que é fomentar essa inovação, pesquisar e gerar novas alternativas para o controle biológico”, afirmou Antônio Batista Filho, diretor do Instituto.

O secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, tem destacado, desde o início de sua gestão, a importância das pesquisas envolvendo o controle biológico de agentes nocivos à agricultura, que além de aumentar a saudabilidade dos alimentos, estimula a sintonia entre a produção agropecuária e o meio ambiente. “Esse é o papel da Secretaria: ser útil e facilitar a vida dos produtores, principalmente dos pequenos e dos agricultores familiares, conforme nos orienta o governador Geraldo Alckmin”, ressaltou Arnaldo Jardim.

Entre o público-alvo estavam engenheiros agrônomos, biólogos, técnicos agrícolas, empresários do setor e estudantes, provenientes de 25 empresas distribuídas por vários municípios paulistas e de outros Estados da Federação, além da participação da empresa boliviana Bionature SRL, de Santa Cruz de la Sierra.

 

Por Nara Guimarães

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

Tel.: (11) 5067-0069

Galeria do Flickr

Nenhuma imagem disponível.

Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: