Câmara Setorial de Pescado se reúne no IP para discutir competitividade da cadeia produtiva

Postado em: 13/04/2017 ás 16:20 | Por: Comunicação SAA

Câmara Setorial de Pescado se reúne no IP para discutir competitividade da cadeia produtiva (Foto: Leonardo Chagas)A competitividade da cadeia produtiva do pescado e o diagnóstico da aquicultura paulista estiveram no centro das discussões da primeira reunião da Câmara Setorial de Pescado de 2017, ocorrida nesta quarta-feira, 12/04, no auditório do Instituto de Pesca (IP-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

De acordo com Martinho Colpani, atual presidente da Câmara Setorial de Pescado, o encontro, que teve a participação de cerca de 30 representantes da cadeia produtiva da pesca e da aquicultura, serviu para delinear as medidas necessárias a fim de tornar o pescado paulista mais competitivo frente ao de outros Estados.

“Em um primeiro momento, a discussão girou em torno de questões sobre como podemos solicitar auxílio ao Estado para alavancar a atividade. Por exemplo, há a possibilidade de conseguirmos subsídios para construção de viveiros? É possível rever a parte fiscal? Outro ponto: discutimos a necessidade de maior fiscalização nos pontos de venda, pois há muitos produtos de outros Estados entrando de forma ilegal em São Paulo, o que gera um desequilíbrio para quem produz dentro do Estado e trabalha de acordo com a lei. Além disso, foi destacado na reunião a necessidade de serem criados regramentos para enquadrar pequenos e médios produtores de pescado, que hoje trabalham de maneira artesanal, como agricultores familiares, identificando onde estão essas pessoas e as tirando da clandestinidade”, explicou Colpani.

O coordenador das Câmaras Setoriais, Alberto Amorim, que também esteve no encontro, ressaltou o envolvimento do setor produtivo nas reuniões da Câmara Setorial de Pescado, que de acordo com ele tem trazido propostas e contribuído com o conhecimento acerca da atividade.

“O produtor percebeu que esse é um espaço em que pode contribuir. E esse é o objetivo do deputado Arnaldo Jardim à frente da Secretaria: fazer com que o cidadão seja o real protagonista da Câmara Setorial. Isso é muito importante”, analisou.

A reunião teve também a participação de José Luiz Fontes, coordenador da Assessoria Técnica do Gabinete do Secretário, e do diretor de departamento do IP, Luiz Marques da Silva Ayroza. Ambos ressaltaram a disposição do corpo técnico da Pasta de Agricultura para receber as demandas trazidas pelos produtores, a fim de contribuir para o desenvolvimento da atividade no Estado.

Ao final da reunião, o diretor técnico do Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), Celso Vegro, e o pesquisador Vagner Azarias Martins apresentaram aos participantes o trabalho que está em desenvolvimento junto ao IP para construção de indicadores de preço de pescado no Estado de São Paulo, que também possibilitarão aferir o custo de produção desses produtos.

 

Por Leonardo Chagas

 

Mais informações:

Assessoria de Comunicação 
Secretaria de Agricultura e Abastecimento 
Instituto de Pesca 
(11) 3871-7588 
cecomip@pesca.sp.gov.br

Galeria do Flickr

Nenhuma imagem disponível.

Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: