Aumentar a produção de proteína animal, com sustentabilidade, desafio que o IZ assume ao completar 116 anos

Postado em: 15/07/2021 ás 21:28 | Por: Assessoria de Comunicação

O salão nobre da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo foi palco da cerimônia que reuniu autoridades, pesquisadores e lideranças do setor para comemorar o aniversário de 116 anos do Instituto de Zootecnia (IZ). Itamar Borges, titular da Pasta, e Francisco Matturro, secretário-executivo, receberam Teresa Vendramini, presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB), Renato Menezes Costa, diretor da JBS e Marcelo Manella, diretor da Silvateam Brasil.

Itamar Borges destacou a importância da pesquisa, extensão rural e da defesa agropecuária no desenvolvimento do agronegócio paulista, um dos mais eficientes do mundo. Lembrou que os pesquisadores e técnicos driblam as dificuldades e, com criatividade e abnegação, têm feito a diferença e ajudado a estimular as cadeias produtivas e construir a riqueza do campo. Aproveitando o evento, o secretário informou que o Governo do Estado deverá anunciar em breve um grande investimento em pesquisa. “Será o maior investimento destinado ao fomento da pesquisa”, comemorou, ressaltando que a dotação de recursos demonstra o apreço que o governador João Doria dedica à ciência.

Ao cumprimentar os pesquisadores do IZ pela data, Sérgio Tutui lembrou que a longevidade da instituição já é uma demonstração de sua força e importância para a construção do conhecimento em sua área de atuação. “Me sinto orgulhoso de fazer parte dessa história e de poder colaborar para que cada vez mais o IZ possa brilhar”, afirmou o coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta).

Bastante emocionada, a pesquisadora Renata Branco Arnandes, que, juntamente com Teresa Vendramini e com Enilson Ribeiro, diretor do IZ, descerrou a placa de inauguração simbólica do Laboratório de Fermentação Ruminal e Nutrição de Bovinos de Corte, lembrou os primeiros estudos realizados na instituição. Agradeceu ao atual coordenador da Apta e ao dirigente que o antecedeu, Orlando Melo de Castro, pelo apoio.

“Sonhar pouco ou sonhar muito dá o mesmo trabalho”, afirmou a pesquisadora, que tem desejos bastante audaciosos: ajudar a erradicar a fome, melhorando a dieta dos animais e consequentemente evitando as perdas energéticas que contribuem para emissão dos gases que agridem a camada de ozônio e tornar a cadeia produtiva mais eficiente e sustentável. Segundo Renata Branco, o laboratório do IZ é a única instituição de pesquisa desse nível em solo brasileiro. “No mundo, existem 7 ou 8, menos de uma dezena com certeza”, comemorou.

Enilson Ribeiro fez questão de destacar a relevância da produção científica do IZ, promovendo uma pecuária eficiente e sustentável nas diversas cadeias. “As pesquisas geradas ao longo dos 116 anos, trazem benefícios aos meios científico e técnico. As tecnologias desenvolvidas no Instituto mantêm o IZ na vanguarda de sistemas de produção sustentáveis, com reflexos no Brasil e internacionalmente”, afirmou. As tecnologias transferidas ao produtor ajudam a minimizar os efeitos prejudiciais ao meio ambiente e a aumentar a eficiência do sistema com a utilização das técnicas de manejo, como suplementação alimentar e aditivos (mitigação), aplicação dos conceitos de bem-estar, confinamento estratégico, aumento da eficiência alimentar (CAR), reprodutiva e sanitária, melhoramento genético animal e vegetal, introdução de leguminosas e introdução com agricultura (integração lavoura-pecuária) e florestais (integração lavoura-pecuária-floresta)”, conclui.
Também participaram do evento: Alberto Amorim e Ariel Mendes, da Assessória Técnica da Pasta; Ricardo Lorenzini, chefe-de-gabinete; Carlos Cidade e Fábio Dias, diretores da JBS.

 

Galeria do Flickr

Nenhuma imagem disponível.

Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: