Apoio do Governo de SP ao cooperativismo, que movimentará R$ 300 bi, é destacado em solenidade

Postado em: 27/10/2015 ás 18:05 | Por: Comunicação SAA

ocespA importância do cooperativismo para o Estado de São Paulo, e também para o Brasil e o mundo, foi destacada pelo secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, na comemoração dos 45 anos da Organização das Cooperativas do Estado de São Paulo (Ocesp), no último dia 22. Autor da lei estadual de apoio ao cooperativismo, Arnaldo Jardim representou o governador Geraldo Alckmin no evento e apontou que o sistema cooperativista é um bom exemplo de organização no atual momento de crise política, econômica e moral do Brasil. Mesmo com a economia fragilizada, neste ano as cooperativas paulistas devem movimentar R$ 300 bilhões.

Mesmo em tempos difíceis, a Ocesp tem expectativa de movimentar R$ 300 bilhões neste ano, uma importante força para o Estado de São Paulo continuar a se desenvolver. Relevância reconhecida pelo próprio governador Geraldo Alckmin, como destacou Arnaldo Jardim. “O governador é um cooperativista com atitudes concretas”, disse o secretário, lembrando que “a história do governador tem a ver com o fortalecimento do cooperativismo e da própria Ocesp”.

A ligação de Geraldo Alckmin com as cooperativas é histórica e familiar, já que seu tio, João Rodrigues de Alckmin, foi um dos fundadores e o primeiro presidente da Ocesp - que o homenageou batizando seu auditório com o nome dele. Neste mesmo auditório, Arnaldo Jardim opinou que “entre o capitalismo e o socialismo temos uma alternativa: a atualidade do cooperativismo. O governador Geraldo Alckmin sempre nos orienta para que nossas políticas públicas tenham a participação do cooperativismo”.

A relação do secretário com as cooperativas também não é novidade. Arnaldo Jardim é autor da Lei nº 12.226/2006, sancionada por Geraldo Alckmin instituindo a Política Estadual de Apoio ao Cooperativismo. O secretário quer agora que as cooperativas de crédito, e não apenas os bancos, também passem a atender os produtores rurais que acessam o Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap) da Secretaria para investir em seu cotidiano de trabalho.

Outra atuação de Arnaldo Jardim, enquanto deputado estadual, em favor do cooperativismo foi a presidência da Frente Parlamentar do Cooperativismo na Assembleia paulista. É ainda autor da Emenda que permitiu a inclusão das cooperativas habitacionais no programa “Minha Casa Minha Vida”.

A união faz a força

“45 anos significam uma boa e frutífera experiência, mas com jovialidade. O que seria a agricultura de São Paulo sem o cooperativismo?”, elogia e questiona Arnaldo Jardim. Fundada em 1970, a Ocesp surgiu como forma de unir o movimento cooperativista que, à época, não mantinha um bom diálogo entre seus líderes. Uma retrospectiva em vídeo da história da entidade foi exibida ao público para mostrar o caminho percorrido até 2015, quando soma quatro milhões de cooperados em todo o Estado.

Serão eles os responsáveis por movimentar mesmo com a economia fragilizada R$ 300 bilhões neste ano, de acordo com Edivaldo Del Grande, presidente da Organização. Um número alcançado graças à união dos cooperados e à força de continuar trabalhando mesmo em cenários econômicos duvidosos. “A gente não faz nada sozinho. Precisamos continuar sempre tentando”, pontuou Edivaldo.

Uma vontade de realização notada também em nível nacional com a Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), colocando seu sistema piramidal de atuação como uma boa alternativa para a construção de uma nova ordem mundial, mais igualitária, solidária e humana. Uma dinâmica capaz de fazer com que as cooperativas de crédito tenham crescimento médio de 22% - contra as taxas negativas dos bancos convencionais.

Para o presidente da OCB, Marcio Lopes, diante de “um cenário de nebulosidade, com desgaste e deterioração da economia, e pior, do tecido social”, o cooperativismo surge como uma alternativa viável para a sociedade por ser baseado na confiança mútua, cada dia mais prejudicada. “Nós podemos e temos que fazer a diferença”, pediu Marcio Lopes.

A comemoração dos 45 anos da Ocesp contou ainda com as presenças do secretário estadual de Logística e Transporte, Duarte Nogueira; dos deputados estaduais Aldo Demarchi, Hélio Nishimoto, Cezinha de Madureira, Davi Zaia e Itamar Borges, ambos da Frente Parlamentar do Cooperativismo na Assembleia paulista; Roberto Rodrigues, coordenador do Centro de Agronegócio da Fundação Getúlio Vargas (FGV); e Américo Utumi, ex-presidente da Ocesp.

Veja mais fotos do evento clicando aqui.

Por Hélio Filho

Mais informações

Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

(11) 5067-0069

Galeria do Flickr

Nenhuma imagem disponível.

Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: