Ações do Governo do Estado para apoiar agropecuária paulista são apresentadas em reunião do Conselho de Municípios da Alta Mogiana

Postado em: 10/04/2017 ás 16:33 | Por: Comunicação SAA

Secretário explicou projetos da Pasta aos representantes de 29 municípios integrantes do Conselho (Foto: João Luiz)

Os programas e ações do Governo do Estado de São Paulo desenvolvidos pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento para fomentar a produção agropecuária paulista foram apresentados pelo secretário Arnaldo Jardim aos prefeitos de 29 municípios do Conselho de Municípios da Alta Mogiana (Comam), em reunião realizada no dia 7 de abril de 2017, em Ipuã.

O secretário destacou que aquela região é um exemplo da boa agricultura de São Paulo e do Brasil. lembrou que conta com o maior número de pivôs do País, recordes de produtividade e a ocorrência de ciclos econômicos relacionados aos das culturas do milho, algodão, café.

De acordo com o titular da Pasta, é preciso investir no setor agropecuário, que continuou gerando empregos e produtividade durante os últimos quatro anos de recessão e trará o diferencial em competitividade necessário ao Brasil. “A retomada do crescimento econômico não será fácil, mas poderá ser feita com o dinamismo da agricultura. Temos uma conjuntura que permite otimismo e quem melhor se preparar deverá aproveitar a bonança, a partir de 2019”, disse.

Para Arnaldo Jardim, é preciso semear boas iniciativas, rever as prioridades, enxugar a administração, introduzir novas culturas e procedimentos para que os planos de metas sejam melhor aplicados. “Quem fizer a melhor poda durante os próximos dois anos verá sua árvore renascer com mais força”, afirmou.

Ao reforçar a atuação da Secretaria de Agricultura, focada no apoio ao pequeno produtor e agricultor familiar, conforme diretrizes do governador Geraldo Alckmin, o secretário estadual apresentou aos prefeitos ações como o Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias II – Acesso ao Mercado, Programa Melhor Caminho, pontes metálicas, entre outros. De acordo com ele, o apoio à psicicultura, olericultura, fruticultura e pecuária de leite foi intensificado neste ano, pois são culturas que oferecem uma alternativa de produtividade em curto prazo.

Na ocasião, os gestores municipais integrados ao Comam puderam conhecer o Sistema de Compras da Agricultura Familiar, ferramenta eletrônica desenvolvida pela Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), da Secretaria. Em ambiente online, o usuário tem acesso a informações e meios para acompanhar e participar dos editais de compras públicas dos Programas Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e Paulista da Agricultura de Interesse Social (Ppais) em andamento.

“Há ainda o Programa Pró-Trator, desenvolvido pelo Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap), no qual o produtor adquire o equipamento e tem dois anos de carência para iniciar o pagamento com mais seis anos para concluir, com juros subsidiados pelo governo paulista. Muitos ainda se surpreendem com os programas que temos na Secretaria”, afirmou Arnaldo Jardim.

Para o prefeito de Franca e presidente do Comam, Gilson de Souza, a união dos municípios para o desenvolvimento regional é imprescindível, dando muito mais visibilidade e consistência às solicitações e propostas desenvolvimentistas levadas aos governos das esferas estadual e federal.

“Essa reunião tem grande importância, é a oportunidade de conversar de perto com os secretários de Estado, mostrar a relevância do relacionamento e do conhecimento, para poder governar e avançar, tendo uma equipe comprometida e preparada para os desafios. Os secretariados são uma peça-chave dos governos”, afirmou, relembrando que a primeira reunião do Conselho contou com a presença do secretário de Habitação, Rodrigo Garcia.

A reunião também contou com uma apresentação do Projeto Green Cross Brazil, órgão referendado pela Organização das Nações Unidas (ONU), que implantará modernos sistemas de irrigação por gotejamento, com tecnologia israelense, em propriedades rurais dos municípios ligados ao Comam.

De acordo com o diretor da organização, Luis Antonio Reis, “serão fornecidos 20 kits para distribuição a pequenos produtores rurais da região, com o intuito de fortalecimento da agricultura familiar e de que sejam, também, disseminadores da nova tecnologia, que traz otimização do uso da água e significativo aumento da produção, para o restante do país”.

O Comam é formado pelos seguintes municípios: Ribeirão Preto, Altinópolis, Aramina, Batatais, Brodowski, Buritizal, Cravinhos, Morro Agudo, Cristais Paulista, Franca, Guaíra, Guará, Ituverava, Igarapava, Itirapuã, Ipuã, Jardinópolis, Jeriquara, Miguelópolis, Nuporanga, Orlândia, Patrocínio Paulista, Pedregulho, Ribeirão, Corrente, Rifâina, Restinga, Santo Antônio da Alegria, São Joaquim da Barra, São José da Bela Vista, Sales Oliveira e Serrana.


Por Paloma Minke
Fotos: João Luiz

Galeria do Flickr

Nenhuma imagem disponível.

Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: