Feap - Linhas de Financiamento


FUNDO DE EXPANSÃO DO AGRONEGÓCIO PAULISTA

O BANCO DO AGRONEGÓCIO FAMILIAR

CONDIÇÕES GERAIS DOS FINANCIAMENTOS – FEAP/BANAGRO (baixe o arquivo aqui)

  • Beneficiários:

Produtores rurais, pessoas físicas, com renda agropecuária anual de até R$ 800.000,00, que deve representar, no mínimo, 50% do total de sua renda bruta anual;

Para efeito de enquadramento o cálculo de renda bruta agropecuária anual deve considerar o somatório dos valores correspondentes a:

  1. 50% do valor da receita proveniente da venda da produção de algodão-caroço, amendoim, arroz, aveia, cana-de-açúcar, centeio, cevada, feijão, girassol, grão-de-bico, mamona, mandioca, milho, soja, sorgo, trigo e triticale, bem como das atividades de apicultura, aquicultura, piscicultura, bovinocultura de corte, cafeicultura, fruticultura, silvicultura, pecuária leiteira, ovinocultura, caprinocultura e sericicultura;
  2. 30% do valor da receita proveniente da venda da produção oriunda das atividades de olericultura, floricultura, avicultura não integrada, suinocultura não integrada e de produtos e serviços das agroindústrias familiares e da atividade de turismo rural;

III. 100% das demais rendas agropecuárias obtidas, não citadas nos itens anteriores.

Produtores rurais, constituídos como pessoas jurídicas, com faturamento bruto anual, de até R$ 2.400.000,00;

Associações de produtores rurais, com valor de renda bruta anual, de até R$ 4.800.000,00;

Cooperativas de produtores rurais, com valor de sobra e lucro líquido anual, de até R$ 4.800.000,00.

  • Taxa de Juros: 3% ao ano;
  • Garantia: de, no mínimo, 100% do valor financiado, podendo ser constituída de penhor, hipoteca, fiança, aval e/ou outras formas de garantia reais.
  • AGENTE FINANCEIRO: Banco do Brasil S.A.

 

CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DE MAIS DE UM FINANCIAMENTO:

Para os produtores rurais, pessoas físicas, será concedido mais de um financiamento, para o mesmo tomador, desde que a somatória dos valores financiados dos contratos, “em ser”, acrescida do financiamento solicitado, não ultrapasse o valor de R$ 600.000,00.

 

 
 
LINHAS DE FINANCIAMENTO - PROJETOS EM VIGÊNCIA:

 

  1. AGRICULTURA EM AMBIENTE PROTEGIDO

 

  • Beneficiários: conforme Condições Gerais;
  • Itens Financiáveis: Implantação, modernização e/ou reforma de estufas agrícolas ou outros sistemas de produção em ambiente protegido, inclusive destinados à fungicultura, de acordo com o projeto técnico, contemplando também equipamentos de irrigação quando previsto no referido projeto;
  • Teto de Financiamento: Até R$ 200.000,00 por produtor rural, pessoa física ou jurídica;

Obs.: o teto de financiamento poderá aumentar para até R$ 500.000,00, desde que presentes os seguintes requisitos: estufas com edificações conforme normalização da ABNT, especificadas em projeto técnico; e declaração do produtor rural, com indicação da capacidade de comercialização da produção, qualificando e quantificando os mercados e canais de distribuição atuais e potenciais, em coerência com os dados do referido projeto, no mínimo pelo período do financiamento;

  • Prazo de Pagamento: até 6 anos, inclusa a carência de até 2 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

Obs.: no caso específico de “mudas cítricas”, os beneficiários deverão ser atendidos através da linha de crédito “Projeto Produção de Mudas Cítricas em Ambiente Protegido”.

 

  1. AGRICULTURA IRRIGADA PAULISTA

 

  • Beneficiários: produtores rurais enquadrados como beneficiários do FEAP/BANAGRO, bem como suas associações e cooperativas;
  • Itens Financiáveis:
  1. a) Construção de poços artesianos ou semi-artesianos, incluindo-se os respectivos equipamentos de sucção e/ou bombeamento, destinados à atividade agrosilvopastoril.
  2. b) Aquisição e/ou modernização de equipamentos de irrigação para fins agrosilvopastoris, contemplando-se todos os demais itens e acessórios necessários à viabilização do projeto técnico, que garantam maior eficiência no uso dos recursos hídricos. Os equipamentos, itens e acessórios acima referidos, deverão ser novos e de fabricação nacional, salvo quando não houver produto similar brasileiro.

Obs.: as despesas com os procedimentos de outorga d’água e georreferenciamento e do processo de licenciamento ambiental, poderão ser incluídas no valor do financiamento, desde que relacionados ao investimento proposto.

Teto de Financiamento:

  1. Até R$ 200.000,00 para a construção isolada de poços artesianos ou

     semi-artesianos.

  1. b) Até R$ 500.000,00 para a aquisição e/ou modernização de equipamentos de irrigação;
  • Prazo de Pagamento: até 8 anos, inclusa a carência de até 3 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. AGRICULTURA ORGÂNICA

 

  • Beneficiários: produtores rurais enquadrados como beneficiários do FEAP/ BANAGRO, bem como suas associações e cooperativas, que apresentem um plano de manejo orgânico validado por Organismo de Avaliação da Conformidade (OAC) ou Organismo Participativo de Avaliação da Conformidade (OPAC), credenciado no Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, ou pela Comissão Técnica de Agricultura Ecológica e Periurbana, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento – SAA/SP, e que busquem, ao final do processo, o selo de certificação e/ou processo de certificação;
  • Itens Financiáveis: aquisição de equipamentos e insumos destinados à transição agroecológica e a modernização da produção orgânica, tais como: bomba carneiro, roda d’água, cata-vento, bomba d´água hidráulica, biodigestor, cisterna e/ou cacimba; sistemas de produção de energia solar e eólica; sistemas de coleta, estocagem, tratamento e distribuição de água proveniente de chuva e de outras origens; sistemas de proteção com uso de telados para sol e chuva; sistemas de irrigação por gotejamento ou microaspersão; instalações para sistematizar e multiplicar mudas e sementes próprias para a produção orgânica sustentável; instalações e equipamentos para a produção de fertilizantes e defensivos orgânicos; análises laboratoriais e procedimentos para outorga d´água e georreferenciamento; e Processo de Certificação;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor rural, pessoa física ou jurídica, e até R$ 500.000,00 por cooperativa ou associação de produtores rurais;
  • Prazo de Pagamento: até 7 anos, inclusa a carência de até 4 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. AVICULTURA DE CORTE

 

  • Beneficiários: avicultores integrados enquadrados como beneficiários do FEAP/BANAGRO;
  • Itens Financiáveis:

- construção ou reforma do galpão de produção, bem como aquisição de equipamentos destinados à modernização das operações e adequação do estabelecimento avícola comercial, para obtenção do registro da Coordenadoria de Defesa Agropecuária – CDA/SAA, conforme normas vigentes;

- segue relação de equipamentos: aquecedores, forro, cortinas, aspersores, ventiladores, silos, exaustores, comedouros, bebedouros, reservatórios de água, dispositivos para desinfecção de veículos, bombas motorizadas e outros itens necessários a serem definidos em projeto técnico;

  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 5 anos, inclusa a carência de até 18 meses;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. APICULTURA

 

  • Beneficiários: conforme Condições Gerais;
  • Itens Financiáveis:

- aquisição de colmeias completas, núcleos para o transporte de quadros, telas excluidoras, cera alveolada e outros equipamentos destinados à produção do mel;

- aquisição de EPIs e outros equipamentos necessários à manipulação do mel (mesa desoperculadora, garfo desoperculador, centrífuga, fumigador, peneiras, decantador e latas de 18 litros);

- construção de sala para beneficiamento do mel;

  • Teto de Financiamento: até R$ 50.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 5 anos, inclusa a carência de até 1 ano;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. APOIO A PEQUENAS AGROINDÚSTRIAS

 

  • Beneficiários: produtores rurais organizados como pessoa jurídica, bem como cooperativas e associações, enquadrados como beneficiários do FEAP/BANAGRO;

Obs.: as associações e cooperativas acima referidas, que tenham propostas beneficiadas pelo PDRS – Microbacias II, habilitadas por meio de portaria da CATI, poderão pleitear o financiamento do valor da contrapartida financeira obrigatória referente ao valor do projeto;

  • Itens Financiáveis: aquisição de máquinas, equipamentos e obras civis para a construção de pequenas agroindústrias, que utilizem no mínimo 50% de matéria prima de produção própria, permitindo também a inclusão das despesas com o projeto da agroindústria;

Obs.: no caso de propostas de cooperativas e associações beneficiárias do PDRS – Microbacias II, poderão ser incluídos como itens financiáveis outros investimentos não relacionados às agroindústrias em si, mas necessários para a viabilização das iniciativas de negócio das respectivas entidades;

  • Teto de Financiamento: até R$ 500.000,00 para o produtor rural organizado como pessoa jurídica e até R$ 800.000,00 para cooperativas e associações de produtores rurais;
  • Prazo de Pagamento: até 6 anos, inclusa a carência de até 2 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. BUBALINOCULTURA

 

  • Beneficiários: conforme Condições Gerais;
  • Itens Financiáveis:

- aquisição de matrizes e reprodutores;

- aquisição de tanque de expansão;

- reforma ou implantação de capineira;

- adequação das instalações de ordenha;

- aquisição de equipamento de irrigação, desde que seja item complementar ao investimento proposto;

  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 5 anos, inclusa a carência de até 1 ano;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL PAULISTA

 

  • Beneficiários Produtores rurais do Estado de São Paulo enquadrados como beneficiários do FEAP/Banagro, que apresentem a elaboração de Projeto Integral da Propriedade - PIP, aprovado pelo técnico da CATI, contemplando aspectos gerais de sustentabilidade, indicando as práticas de adequação ambiental e social necessárias, além da análise de viabilidade econômica do empreendimento a ser financiado;
  • Itens Financiáveis: Investimento e custeio para melhoria das condições tecnológicas e da infraestrutura produtiva das explorações agropecuárias.
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por beneficiário, podendo ser utilizado até 30% do valor do financiamento para custeio;
  • Prazo de Pagamento: até 7 anos, inclusa a carência de até 3 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. CAFÉ PAULISTA

 

  • Beneficiários: conforme Condições Gerais;
  • Itens Financiáveis: todos os itens necessários para implantação, manutenção e/ou renovação de lavouras de café, bem como todos os equipamentos (novos) e infraestrutura necessária para o desenvolvimento da atividade, conforme previsto em projeto técnico;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 7 anos, inclusa a carência de até 3 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. CAPRINOCULTURA

 

  • Beneficiários: conforme Condições Gerais;
  • Itens Financiáveis: aquisição de matrizes e reprodutores que atendam às exigências sanitárias estabelecidas pela SAA e melhoria da infraestrutura de produção e beneficiamento;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 7 anos, inclusa a carência de até 2 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. FLORES E PLANTAS ORNAMENTAIS

 

  • Beneficiários: conforme Condições Gerais;
  • Itens Financiáveis: todos os itens necessários para instalação e/ou renovação no cultivo de flores e/ou plantas ornamentais;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 7 anos, inclusa a carência de até 3 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. FLORESTA

 

  • Beneficiários: conforme Condições Gerais;
  • Itens Financiáveis: todos os itens necessários para a implantação das culturas de eucalipto, pinus, seringueira e demais essências florestais, nativas e exóticas, utilizando-se mudas sadias e de boa qualidade, bem como despesas de manutenção até o segundo ano da data de implantação;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 12 anos, inclusa a carência de até 8 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. FRUTICULTURA

 

  • Beneficiários: conforme Condições Gerais;
  • Itens Financiáveis: todos os itens necessários para instalação de pomares frutas tropicais, subtropicais e temperadas, podendo ser incluídas as despesas de manutenção até o início da fase de produção;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 8 anos, inclusa a carência de até 5 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

Obs.:

  1. nos casos de financiamentos para equipamentos de irrigação, é necessária a apresentação da licença de outorga d’água, concedida pelo órgão ambiental;
  2. para a implantação e/ou renovação de pomares cítricos, as mudas deverão ser adquiridas de viveiros registrados junto à Coordenadoria de Defesa Agropecuária - CDA/SAA;

c)    no caso dos bananais, o produtor deverá realizar a monitoria e controle da doença “Sigatoka Negra”, de acordo com o sistema de mitigação de risco, mantido pela CDA/SAA.

 

 

  1. GESTÃO DE QUALIDADE NAS PROPRIEDADES RURAIS

 

  • Beneficiários: produtores rurais, pessoa física ou jurídica, bem como suas cooperativas e associações, desde que busquem a certificação de produtos que possuam métodos diferenciados de produção agrícola ou de processamento agroindustrial conforme define a Lei Estadual nº 10.481 de 29/12/1999;
  • Itens Financiáveis:
    1. Projeto Técnico de Certificação (contratação de organismos certificadores cadastrados pela SAA);
    2. implantação e/ou adequação da infraestrutura, bem como aquisição de equipamentos necessários para o cumprimento das respectivas normas relacionadas às atividades agropecuárias e agroindustriais que se buscam certificar, segundo parâmetros estabelecidos no Projeto Técnico de Certificação;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor rural, pessoa física ou jurídica, e até R$ 500.000,00 por cooperativa ou associação de produtores rurais;
  • Prazo de Pagamento: até 7 anos, inclusa a carência de até 4 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. INTEGRA SP - LAVOURA PECUÁRIA FLORESTA

 

  • Beneficiários: conforme Condições Gerais;
  • Itens Financiáveis: adubação verde e/ou plantio de cultura de cobertura do solo; aquisição de insumos e pagamento de serviços destinados à implantação e manutenção dos projetos financiados; aquisição de sementes e mudas para formação de pastagens e de florestas; aquisição, transporte, aplicação e incorporação de corretivos agrícolas (calcários e outros) e fertilizantes (químicos e/ou orgânicos); implantação e recuperação de cercas, convencionais e/ou elétricas; aquisição, construção ou reformas de bebedouros, saleiros ou cochos de sal; estrutura hidráulica para dessedentação animal; marcação e construção de terraços e implantação de práticas conservacionistas do solo; operações de destoca e/ou limpeza de pastagens; preparo de solo para implantação do sistema de adequação de pastagens e/ou lavouras cíclicas; além destes itens, ações de custeio também são financiáveis, mas devem estar associadas ao investimento e limitadas a 30% do valor financiado;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor rural, pessoa física ou jurídica;
  • Prazo de Pagamento: até 8 anos, podendo ser estendido para 12 anos quando o componente florestal estiver presente, inclusa a carência de até 4 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

 

  1. MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS COMUNITÁRIOS

 

  • Beneficiários: associações e cooperativas de produtores rurais, enquadradas como beneficiárias do FEAP/BANAGRO, bem como grupos de produtores rurais (empreendimento coletivo), majoritariamente constituídos por beneficiários do FEAP/BANAGRO;

Obs.: as associações e cooperativas acima referidas, que tenham propostas beneficiadas pelo PDRS – Microbacias II, habilitadas por meio de portaria da CATI, poderão pleitear o financiamento do valor da contrapartida financeira obrigatória referente ao valor do projeto;

  • Itens Financiáveis: aquisição de máquinas e equipamentos, tais como colhedoras, tratores e implementos agropecuários, automotrizes ou não, como também veículos automóveis destinados ao transporte de cargas, leves ou pesadas. As máquinas, equipamentos ou veículos a serem financiados deverão ser novos e de fabricação nacional, salvo quando não houver produto similar brasileiro;

Obs.: para a aquisição de veículos automóveis de carga deve estar comprovada que sua finalidade está ligada a produção agropecuária, auxiliando na logística ou na melhoria da qualidade e comercialização do produto final;

  • Teto de Financiamento:
    1. até R$ 200.000,00 para a aquisição de veículos automóveis de carga, leves ou pesadas;
    2. até R$ 600.000,00 para a aquisição de máquinas e equipamentos agropecuários, sendo permitida a inclusão de veículos automóveis de carga, desde que respeitado o teto acima estipulado; e
    3. até R$ 1.000.000,00 para a aquisição de colhedoras de cana-de-açúcar, sendo permitido o aumento do limite para até R$ 1.800.000,00, no caso de financiamentos que incluam, além da colhedora, a compra de outras máquinas e equipamentos e/ou veículos automóveis de carga, respeitando-se o teto de cada item a ser financiado e, desde que, comprovada a capacidade de pagamento, o proponente tenha feito adesão ao Protocolo Agro-Ambiental do Setor Sucroalcooleiro Paulista e se comprometa a eliminar a colheita pelo método da queima na área de abrangência da respectiva colhedora;
  • Prazo de Pagamento: até 6 anos, inclusa a carência de até 2 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. OVINOCULTURA

 

  • Beneficiários: conforme Condições Gerais;
  • Itens Financiáveis: aquisição de matrizes e reprodutores que atendam às exigências sanitárias estabelecidas pela SAA e melhoria da infraestrutura, de acordo com o projeto técnico;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 7 anos, inclusa a carência de até 2 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. PLANTIO DIRETO NA PALHA

 

  • Beneficiários: conforme Condições Gerais;
  • Itens Financiáveis: aquisição de implementos adequados para o plantio direto na palha;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 6 anos, inclusa a carência de até 2 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. PRODUÇÃO DE MUDAS CÍTRICAS EM AMBIENTE PROTEGIDO

 

  • Beneficiários: produtores de mudas cítricas, enquadrados como beneficiários do FEAP/BANAGRO, já registrados junto à Secretaria de Agricultura e Abastecimento;
  • Itens Financiáveis: infraestrutura necessária para construção, reforma e/ou ampliação de viveiros telados, destinados à produção de mudas cítricas, desde a formação de porta-enxertos, inclusive sistema de irrigação. A estufa deverá ter no mínimo 500m² e a sementeira no mínimo 100m²;
  • Teto de Financiamento: até R$ 100.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 5 anos, inclusa a carência de até 2 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. PESCA ARTESANAL PAULISTA

 

  • Beneficiários: pescadores artesanais que apresentem: comprovante de residência no Estado de São Paulo, Registro Geral de Pesca (RGP) da embarcação com permissão de pesca compatível com os itens a serem financiados, Carteira profissional de pesca emitida pelo MPA, Certidão negativa de ônus da embarcação (Capitania dos Portos) e Seguro Vigente da embarcação (DPEM);
  • Itens Financiáveis:

Custeio: redes, obedecendo às legislações referentes às características do petrecho; óleo diesel e óleo lubrificante; caixa térmica; gelo; e insumos correlatos;

Investimento: barco de até 15 metros; carreta própria para transporte de barco; motor; equipamentos de navegação; colete salva vidas; equipamentos de salvatagem; GPS; sonar; rádio PX/VHF; freezer; baterias; e equipamentos correlatos;

  • Teto de Financiamento:

Custeio: até R$ 10.000,00;

Investimento: até R$ 25.000,00, podendo ser utilizado até 30% do valor do financiamento para custeio;

  • Prazo de Pagamento: custeio até 2 anos, inclusa a carência de até 6 meses; e investimento até 5 anos, inclusa carência de até 1 ano;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. PISCICULTURA CONVENCIONAL EM VIVEIROS E BARRAGENS

 

  • Beneficiários: produtores rurais enquadrados como beneficiários do FEAP/BANAGRO, que já disponham de infraestrutura para a prática de piscicultura (viveiros ou barragens), e possuam o registro de aquicultor, como também o comprovante da DCAA – Declaração de Conformidade da Atividade de Aquicultura ou o protocolo de solicitação de licenciamento junto ao órgão ambiental competente;
  • Itens Financiáveis: Reforma, adequação e/ou ampliação de viveiros, contemplando a recuperação de taludes, fundos de viveiros, sistemas de abastecimento e escoamento e ampliação da área de viveiros; aquisição e instalação de aeradores, comedouros automáticos, kits, equipamentos para análise de águas e medição de parâmetros limnológicos, redes e tralha de pesca, bem como outros itens necessários, de acordo com o projeto técnico; compra de alevinos, para o primeiro povoamento, de comprovada procedência genética; aquisição de ração que garanta boas taxas de conversão alimentar e de ganho de peso dos peixes;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor rural pessoa física ou jurídica;
  • Prazo de Pagamento: até 6 anos, inclusa a carência de até 24 meses;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. PISCICULTURA EM TANQUES-REDE

 

  • Beneficiários: produtores rurais enquadrados como beneficiários do FEAP/BANAGRO, bem como pescadores artesanais que tenham as autorizações previstas, conforme a legislação vigente, no caso de utilização de águas públicas. Em propriedades rurais, o proponente deverá apresentar o registro de aquicultor, como também o comprovante da DCAA – Declaração de Conformidade da Atividade de Aquicultura ou o protocolo de solicitação de licenciamento junto ao órgão ambiental competente;
  • Itens Financiáveis: aquisição de tanques-rede, cuja capacidade ou cubagem total não poderá ultrapassar 1.000 m³ e material para sua fixação, barco e acessórios, aeradores, alevinos ou juvenis para o primeiro povoamento (o proponente deverá apresentar o atestado de sanidade dos peixes, emitido por médico veterinário), ração e outros equipamentos e/ou estruturas necessários para a exploração da atividade, de acordo com projeto técnico;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor rural, pessoa física ou jurídica, ou pescador artesanal;
  • Prazo de Pagamento: até 6 anos, inclusa a carência de até 24 meses;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. PECUÁRIA DE LEITE

 

  • Beneficiários: produtores rurais enquadrados como beneficiários do FEAP/Banagro;
  • Itens Financiáveis: aquisição de matrizes e reprodutores; formação ou reforma de pastagens, capineiras, canaviais forrageiros e culturas cíclicas para a produção de volumosos ou silagem; construção e/ou adequação de estábulos leiteiros, contemplando currais, bezerreiros, salas de ordenha e de leite com os equipamentos respectivos; aquisição de insumos e kits para manejo reprodutivo e inseminação artificial; implantação de sistema de irrigação, caso seja complementar ao investimento proposto; como também ações de custeio associadas, no limite de até 30% do valor financiado;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 6 anos, inclusa a carência de até 1 ano;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. QUALIDADE DO LEITE

 

    • Beneficiários: produtores rurais enquadrados como beneficiários do FEAP/Banagro;
  • Itens Financiáveis: Construção, reforma e/ou adequação de instalações das salas de ordenha e de leite, contemplando a aquisição de tanques de expansão, pré-resfriadores e resfriadores, ordenhadeiras mecânicas, como também outros equipamentos específicos para a melhoria da qualidade do leite;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 6 anos, inclusa a carência de até 1 ano;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. PUPUNHA

 

  • Beneficiários: produtores rurais enquadrados como beneficiários do FEAP/Banagro;
  • Itens Financiáveis: todos os itens necessários para a implantação de lavouras comerciais de pupunha, utilizando-se mudas sadias e de boa qualidade, despesas de manutenção até o primeiro corte do palmito, bem como sistema de irrigação, de acordo com o projeto técnico;
  • Teto de Financiamento: até R$ 100.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 7 anos, inclusa a carência de até 3 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. RENOVAÇÃO DE POMARES DE CITROS

 

  • Beneficiários: citricultores que já estejam na atividade, enquadrados como beneficiários do FEAP/BANAGRO;
  • Itens Financiáveis: todos os itens necessários para a renovação dos pomares cítricos, prevendo-se a implantação da lavoura e o custeio do 2° e 3° ano, bem como as despesas com a erradicação do pomar antigo;

Obs.: o produtor poderá optar pela utilização dos recursos apenas para a erradicação do pomar cítrico antigo, neste caso o cronograma de reembolso poderá se basear em outra atividade agropecuária;

  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 para a renovação dos pomares de citros, incluídas ou não as despesas com a erradicação da antiga área, e até R$ 80.000,00 para a erradicação isolada do pomar cítrico antigo;
  • Prazo de Pagamento: até 8 anos, inclusa a carência de até 3 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. SERICICULTURA

 

  • Beneficiários: produtores rurais enquadrados como beneficiários do FEAP/BANAGRO, que possuam contrato de aquisição dos casulos com indústrias no Estado de São Paulo;
  • Itens Financiáveis: implantação ou reforma dos amoreirais, construção ou reforma das instalações e aquisição de equipamentos para a atividade;
  • Teto de Financiamento: até R$ 50.000,00 por produtor;
  • Prazo de Pagamento: até 5 anos, inclusa a carência de até 2 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. SEMENTES E MUDAS

 

  • Beneficiários: produtores rurais, bem como suas associações e/ou cooperativas, enquadrados como beneficiários do FEAP/BANAGRO, que pretendam adquirir ou produzir sementes e/ou mudas, conforme legislação vigente;
  • Itens Financiáveis: Implantação, modernização e/ou reforma de sistemas de produção de mudas de espécies agrícolas, florestais, nativas e exóticas, e de sementes de cereais, espécies forrageiras, oleaginosas, hortaliças, plantas fibrosas, dentre outras, incluindo estufas agrícolas ou outras estruturas de produção em ambiente protegido, equipadas com irrigação quando prevista em projeto técnico, assim como a aquisição das referidas sementes e/ou mudas;
  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor rural, pessoa física ou jurídica, associação e/ou cooperativa;
  • Prazo de Pagamento: Até 6 anos, inclusa a carência de até 2 anos;

Obs.: No caso de aquisição isolada de sementes e/ou mudas, o prazo deverá ser de até 2 anos, inclusa a carência de até 1 ano.

  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.

 

  1. TURISMO RURAL

 

  • Beneficiários: conforme Condições Gerais;
  • Itens Financiáveis: itens de investimento necessários à implantação ou adequação de espaços para visitação pública nas propriedades rurais, destinados ao desenvolvimento da atividade de turismo rural. Não poderão ser financiados: veículos e utilitários, aquisição de animais, itens relacionados à hospedagem e equipamentos ou estruturas de turismo e lazer não relacionados à produção agrícola e/ou pecuária da propriedade beneficiada (anexado à proposta de financiamento deverá ser apresentado orçamento do que se pretende financiar);

Obs.: não se beneficiam deste projeto, os imóveis tombados pelo patrimônio histórico;

  • Teto de Financiamento: até R$ 200.000,00 por produtor rural;
  • Prazo de Pagamento: até 5 anos, inclusa a carência de até 2 anos;
  • Abrangência: todo o Estado de São Paulo.