Projeto Nascentes de Holambra


O Governo do Estado de São Paulo iniciou o projeto modelo de recuperação de nascentes no Estado, dentro do Programa Nascentes. O convênio foi assinado pelo governador Geraldo Alckmin, acompanhado pelo secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, e o pelo prefeito de Holambra, Fernando Fiori de Godoy, no dia 11 de novembro de 2015. Elaborado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento para ser um exemplo de convergência entre produção agrícola com preservação do meio ambiente, o Projeto Nascentes de Holambra, deve investir cerca de R$ 5 milhões no município e é um novo conceito de recuperação ambiental que associa a regeneração da vegetação nativa no entorno das 170 nascentes e matas ciliares.

O programa também engloba a readequação de estradas rurais, conservação do solo e água nas áreas de produção agropecuária e em áreas degradas de 101 propriedades, impermeabilização de reservatórios para captação de água de chuva, saneamento ambiental rural.

O projeto, que foi elaborado com a participação dos técnicos da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) foi criado para servir de modelo para as demais etapas do Programa Nascentes, desenvolvido pelo Governo do Estado de São Paulo, instituído em junho de 2014, com o objetivo de ampliar a proteção e conservação dos recursos hídricos, por meio da otimização e direcionamento de investimentos públicos e privados para proteção e recuperação de matas ciliares, nascentes e olhos-d’água; para proteção de áreas de recarga de aquíferos; para ampliação da cobertura de vegetação nativa em mananciais, especialmente a montante de pontos de captação para abastecimento público; para plantios de árvores nativas e melhoria do manejo de sistemas produtivos em bacias formadoras de mananciais de água.

Convênio para recuperação de bacias hidrográficas

Durante o lançamento, foi assinado um convênio com as agências Nacional de Águas (ANA) e das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (Agência PCJ) e a Fundação Banco do Brasil, prevê a recuperação da bacia do Córrego Borda da Mata, principal curso d’água que abastece o Lago do Holandês, de onde Holambra retira a água que consome.

Serão recuperadas nascentes degradadas, implantadas práticas integradas de conservação de solo e água nas áreas de produção agropecuária em todas as propriedades, além de serviços de manutenção e conservação nas estradas municipais e acesso às propriedades rurais.

Conheça o Projeto:

Para a realização do Projeto Nascentes, houve uma cooperação entre o governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento e as entidades parceiras, para concretizar, por meio de convênio a execução de intervenções de conservação de solo e água.

O convênio engloba atividades relacionadas à conservação de solo e água, o que inclui recuperação florestal.  Essas atividades são fundamentais para a revitalização de bacias hidrográficas e melhoria de suas funções ecossistêmicas, principalmente no que tange à produção de água, em quantidade e qualidade.

Também estão previstos serviços complementares com foco no saneamento ambiental rural (construção de fossas biodigestoras), na captação de águas de chuva e no controle de perdas com irrigação (impermeabilização de reservatórios com filme plástico). Os serviços de conservação de solo compreenderão as atividades de readequação de estradas rurais, terraceamento e subsolagem. Há também atividades relacionadas ao saneamento rural e controle de perdas na irrigação, que serão atendidas pela construção de fossas sépticas biodigestoras e revestimento de tanques de irrigação com filme plástico. As atividades de conservação de solo são fundamentais em projetos de revitalização de bacias hidrográficas. Quando bem planejadas e construídas, as estruturas mecânicas reduzem significativamente a perda de solo e o consequente assoreamento dos mananciais.

Sobre a Codasp:

Em 14 anos de existência, a Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo já atendeu 97% dos municípios paulistas, tendo recuperado quase 12 mil quilômetros de estradas de terra no estado de São Paulo, com investimento aproximado de R$ 710 mil. Desde 2002, a empresa é certificada pela Fundação Carlos Alberto Vanzolini em Projeto, Planejamento, Execução e Controle de obras de adequação de estradas rurais de terra.

Sobre o Município:

O município de Holambra, além de tradicional produtor de flores e plantas ornamentais, também possui significativa produção de cana-de-açúcar. De acordo com o Instituto de Economia Agrícola (IEA), foram 76 mil toneladas em 2014. Os grãos, especialmente milho, soja e trigo, superaram 8.580 toneladas e as frutas cítricas, mais de 11 mil toneladas. Sem contar o rebanho de bovinos e suínos e o plantel de aves para abate, que somou mais de 1.169 mil arrobas, em 2014.