Secretário Arnaldo Jardim reforça prioridades da Pasta aos colaboradores e produtores rurais de Tupã

Postado em: 14/02/2017 ás 11:07 | Por: Paloma Minke

Ações de extensão rural, pesquisa e defesa agropecuária na região de Tupã foram detalhadas pelo secretário Arnaldo Jardim e equipe da Pasta (Foto: João Luiz)Incentivar cadeias produtivas do leite, da fruticultura e da olericultura, intensificar ações de sanidade animal e vegetal e incentivar a pesquisa para aumentar a produção cafeicultora do Estado foram algumas das prioridades da Pasta para a região de Tupã, afirmaram as equipes dos Escritórios de Desenvolvimento Rural (EDR), da Coordenadoria de Assistência Técnica e Integral (Cati) e de Defesa Agropecuária (EDA) da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) e da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta) que atuam na região. As ações foram apresentadas durante visita do secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, no dia 10 de fevereiro de 2017.

“Mesmo diante de um momento desafiador, que impôs ao País a necessidade de mudanças, o ponto de resistência foi a agricultura, que gerou oportunidades em uma situação adversa”, afirmou o titular da Pasta, que esteve no local para conhecer as melhorias realizadas no EDR para atender os produtores (leia aqui).   

Sob orientação do governador Geraldo Alckmin, Arnaldo Jardim ressaltou que a atuação tem o compromisso de “promover a convergência entre a agricultura e o meio ambiente, fazer o conhecimento gerado pela pesquisa chegar mais rápido aos produtores e as necessidades da produção influenciarem os pesquisadores; priorizar os pequenos produtores, ação na qual o papel da extensão rural é muito importante; e abordar o desafio de promover a alimentação saudável”, disse.  

Na oportunidade, o diretor do EDR de Tupã, Julio Simões, elencou como principais objetivos o fortalecimento das Casas da Agricultura e a prioridade a cadeias produtivas como do leite, da olericultura, da fruticultura, além das tradicionais produções de amendoim e ovos. “Também estamos intensificando o trabalho para concluir o Levantamento Censitário das Unidades de Produção Agropecuária do Estado de São Paulo (Lupa) neste ano. É muito importante ter essa fotografia da atividade agropecuária dos municípios, que dará base para o repasse do ICMS”, finalizou.

Diretor do Polo Alta Paulista da Apta, o pesquisador Fernando Takayuki Nakayama atualizou os presentes sobre as pesquisas desempenhadas pela unidade, situada em Adamantina. “Visamos aproximar cada vez mais a pesquisa dos produtores. Nosso principal trabalho, atualmente, é trazer a produção do café conilon para a região, uma espécie que deverá ter uma grande demanda nos próximos anos. A região foi alicerçada na cafeicultura e estamos tentando adaptar essa variedade que muito mais próxima de nossa altitude e temperatura”, afirmou, ressaltando ainda a atividade de produção de sementes.

Com tradição na produção de ovos, a região conta com um intenso trabalho da defesa agropecuária para assegurar a sanidade animal e vegetal. “Estamos atentos às ações contra a Influenza Aviária e também na aplicação das práticas de conservação do solo na cultura da cana-de-açúcar”, avaliou o diretor substituto do EDA de Tupã, Luiz Antonio Souza.

Por: Paloma Minke
Fotos: João Luiz

Galeria do Flickr

Nenhuma imagem disponível.

Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: