Secretaria discute formas de melhorar a imagem do agronegócio nas redes sociais

Postado em: 15/09/2016 ás 16:19 | Por: Leonardo

Palestra demonstrou como a internet pode ser usada para divulgar as boas práticas agropecuáriasA Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do seu Instituto de Economia Agrícola (IEA), realizou, no dia 14 de setembro, em sua sede, na Capital, palestra sobre as dificuldades da agropecuária em conseguir comunicar com transparência as qualidades do setor. O evento “Comunicação, Jornalismo, Marketing e Sustentabilidade no Agronegócio” teve como objetivo mostrar que o agronegócio, de modo geral, precisa divulgar melhor a sua realidade no ambiente digital.

Isso porque uma das dificuldades da agropecuária é mostrar os seus ganhos sem que isso seja desfocado por críticas negativas, levantadas na internet muitas vezes sem fundamentos, e que normalmente confundem o público em relação às boas iniciativas no campo.

O jornalista Ronaldo Luiz Mendes Araujo, pós-graduado em Comunicação Organizacional pela Faculdade Cásper Líbero, conduziu a palestra apresentando métodos de conteúdo para melhorar a compreensão das especificidades do ramo na abordagem coloquial, jovem e urbana da internet.

De acordo com ele, as comunidades online estão valorizando cada vez mais questões engajadas relacionadas ao meio ambiente, alimentação e saúde. Por isso, o setor precisa trabalhar tais informações de uma maneira positiva a seu favor.

Nas palavras do palestrante, os usuários de redes sociais como o Facebook e Twitter precisam ser informados da melhor forma, sem equívocos. "Com uma linguagem menos sisuda, ou seja, menos pesada ou difícil, assim a informação será absorvida mais facilmente”, disse Mendes, que também é especialista em Sustentabilidade e Governança Corporativa pela Universidade Mackenzie e em Economia e Finanças para Jornalistas na Fundação Armando Álvares Penteado (Faap).Ronaldo também apresenta o talk show Agro Papo, no canal All TV transmitido pelo Youtube

O evento apontou que melhorar a imagem na internet não é apenas uma questão de marketing digital, é também valorizar o trabalho que é feito no campo. Dados apresentados na palestra mostram que sete em cada 10 produtores usam a internet para se informar, e muitos destes internautas, habitantes da área rural, sentem necessidade de se identificar com o conteúdo disseminado.

Como foi exemplificado pelo palestrante, há ainda preconceito do meio urbano em relação ao campo, sendo que a internet acaba intensificando tal hostilidade com desinformação. “Um ponto importante é fazer com que o setor crie um diálogo no ambiente online, não só para transmitir conhecimento, mas também chamar as pessoas, isto é, o consumidor-cidadão, a construir juntos essa comunicação”, lembrou Araujo, avaliando que a solução é aproximar por meio das mídias digitais quem consome de quem produz.

Com isso, o desafio é derrubar os mitos sobre a agricultura que são espalhados pelos internautas, muitas vezes baseados em opiniões infundadas. “O setor conta com um hall muito grande de informações técnicas que contrapõe críticas que são impostas a ele, porém, esses dados não são divulgados de uma forma que as pessoas entendam”, disse.

O encontro reuniu profissionais de empresas e organizações que lidam com marketing digital. Para William Kojima, que trabalha com mídias sociais na Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Suzano, “a palestra mostrou que nem tudo que é replicado nas redes é negativo e que existe sempre um lado positivo a ser divulgado”.

Camila Macedo, sócia-diretora de uma agência de comunicação focada no setor, enxerga que há uma demanda muito grande da sociedade sobre as ações que são realizadas no campo. “O agronegócio está em tudo e a gente vê a necessidade de disseminar informações corretas em relação a isso. Sem usar termos técnicos e com credibilidade, para que as pessoas sejam alcançadas de forma engajadora e, por que não, divertida”, disse.

Encontro reuniu profissionais de empresas e organizações que lidam com marketing digital

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para o secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, é necessário que a população saiba da importância inestimável da agropecuária para a sociedade. “Se faz necessário divulgar as boas ações do campo, por meio de um esforço de todos os agentes, sejam eles empresas, órgãos públicos ou demais envolvidos, a fim de divulgar as experiências positivas do agronegócio às pessoas”, afirmou.

O encontro fez parte do Ciclo de Seminários Estudos do IEA, que reúne especialistas a cada 15 dias. A palestra de Ronaldo Luiz Mendes Araujo pode ser baixada clicando aqui. Mais informações sobre o Ciclo podem ser consultadas no site www.iea.sp.gov.br.

 

Por Leonardo Zamperlin

Fotos: Hélio Filho

Galeria do Flickr

Nenhuma imagem disponível.

Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: