Reunião em São Paulo destaca evolução das ações de segurança alimentar do Consea/SP

Postado em: 10/08/2017 ás 13:25 | Por: Paloma Minke

A integração entre as esferas federal, estadual e municipal para o fortalecimento das políticas de segurança alimentar e nutricional foi foco da 46ª reunião plenária do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Consea/SP), realizada nesta quarta-feira (9), na sede da Secretaria de Agricultura e Abastecimento paulista.

O presidente do Consea/SP, Érico Pozzer, destacou que o trabalho do Conselho Estadual nos últimos anos permitiu grandes avanços, mas é preciso continuar buscando o diálogo com as administrações municipais. “Os prefeitos precisam se comprometer em organizar os Conselhos municipais, o que os levará a ter maior participação, apresentar projetos e participar dos programas nas esferas federal e estadual”, afirmou.

Para Pozzer, a realização do Encontro Regional de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável, em Sorocaba, no dia 1º de agosto (leia mais aqui), com a presença de representantes de 40 municípios e 15 prefeitos, demonstrou grande interesse nas ações naquela região. “Tivemos um grande evento em Sorocaba, com a presença do secretário Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Caio Rocha, e do secretário Arnaldo Jardim, que também tem priorizado o tema. Precisamos continuar trabalhando em prol do desenvolvimento do acesso da população a alimento de qualidade e em quantidade”, concluiu.

A escolha de São Paulo para sediar os eventos do Ministério do Desenvolvimento Social voltados às regiões sul e sudeste do Brasil demonstram o ambiente harmônico entre as Pastas no que se refere à segurança alimentar, observou o secretário-executivo do Consea/SP, José Valverde Machado Filho. “Estamos respondendo ao que tem sido proposto pelo governo federal ao sediar esses eventos”, afirmou Valverde, destacando ainda a evolução na relação do órgão estadual com os municípios.

“No início, nossa equipe buscava os municípios para viabilizar a criação dos Conselhos. Hoje, nós é que somos demandados por cidades como São José dos Campos, Votorantim, Ibiúna, Itaquaquecetuba e Mauá para fornecer orientações e até mesmo empossar os Conselhos locais, como ocorreu em Praia Grande”, afirmou.

Durante a reunião, os participantes conheceram a programação da XXIV Semana da Alimentação, que será realizada pela Secretaria, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro) entre os dias 9 e 16 de agosto. De acordo com a nutricionista do Cesans, Etelma Mendes Rosa, além de seminários, cursos e atividades voltadas a profissionais das áreas de nutrição e saúde e à população paulista, o evento marcará a  entrega do Prêmio Josué de Castro, em reconhecimento às iniciativas concretas de combate à fome e promoção de segurança alimentar e nutricional.

Outro tema debatido foi o processo de seleção de candidatos a membros representantes da sociedade civil para o Consea/SP e representantes das Comissões Regionais (Crsans) na gestão 2017-2019.

O promotor da Vara da Infância e Juventude de Sumaré, Denis Henrique Silva, destacou a importância da representação do órgão jurídico na reunião. “Embora faça parte do Conselho como ente do Poder Público, o Ministério é porta-voz da sociedade civil, está a serviços de suas demandas. Os debates apresentados hoje vão ao encontro da meta de segurança alimentar do plano de atuação institucional do órgão, que inclui a qualidade da alimentação de forma geral e escolar para crianças e adolescentes e o cuidado com o meio ambiente”, afirmou.

Para o representante da Crsans Grande São Paulo, Marcos Miguel da Silva, há uma grande perspectiva de melhoria de participação das demais organizações nas reuniões. “No início do ano passado a secretaria executiva visitou vários municípios para estimular as atividade e hoje são os municípios que buscam o Consea para se rearticularem, desenvolver suas ações por meio das Comissões Regionais. De acordo com o representante, um dos temas que deve ser acompanhado pelo Consea/SP é o monitoramento do uso de defensivos agrícolas nos alimentos.

“A interação entre os conselheiros das diversas regiões nessa reunião foi especialmente produtivo. Mostra também como é papel de cada um conhecer sua região e fazer levantamento de ONGs, por exemplo, para que o trabalho seja mais efetivo”, afirmou Jeane da Penha Caldeira, representante da Secretaria de Emprego e Relações de Trabalho.

Por Paloma Minke e Mariana Mazzoni Ramos

Fotos: João Luiz (disponíveis neste link)

Galeria do Flickr

Nenhuma imagem disponível.

Galeria do Site

Nenhum áudio disponível.

Informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11)5067-0069

Acompanhe a Secretaria: